Início / Fornecimento de água limpa para 750.000 refugiados | Advisian

Fornecimento de água limpa para 750.000 refugiados | Advisian

Fornecimento de água limpa para 750.000 refugiados

Advisian

Segurança hídrica e crise humanitária

A Advisian determinou como fornecer água potável para refugiados na Península de Teknaf, em Bangladesh, com análises geotécnicas.

Principais detalhes do projeto

  • Projeto: Segurança hídrica e crise humanitária
  • Infraestrutura entregue: poços de água limpos e confiáveis para campos de refugiados
  • Proprietário: Nações Unidas
  • Engenheiros-chefe: Advisian
  • Data de conclusão: 2019
projeto 2d campo de refugiados em Bangladesh

A análise geotécnica permitiu à Advisian avaliar a geologia da Península de Teknaf e determinar o local e as características dos aquíferos. Depois de descobrir que os aquíferos locais eram menores e mais discretos do que em outras áreas de Bangladesh, a Advisian aconselhou as Nações Unidas a cavar poços de água mais profundos.

Fortalecimento para fornecer água a refugiados

Quando quase 750.000 refugiados Rohingya fugiram dos abusos dos direitos humanos em 2017 e chegaram à Península de Teknaf, em Bangladesh, vindos de um país vizinho, eles enfrentaram uma nova ameaça ao seu bem-estar. Como a estação de seca nesta área de Bangladesh dura cinco meses, poços rasos tiveram que ser cavados para fornecer água, mas 80% deles foram contaminados por latrinas que transbordavam. O consultor de engenharia da Advisian teve que determinar como melhorar rapidamente a disponibilidade de água limpa na área para melhorar as condições nos campos de refugiados.

Condições desafiadoras durante a Temporada Árida

O objetivo específico da Advisian era apoiar os refugiados durante a época mais árida do ano em Bangladesh. A solução ideal seria criar aquíferos protegidos e de alto rendimento que pudessem fornecer uma fonte sustentável de água potável limpa. Embora Bangladesh seja um país de baixa altitude, que vivencia monções sazonais, as condições hidrogeológicas provaram ser desafiadoras, pois qualquer chuva durante a estação seca tem um impacto insignificante, tanto nos reservatórios de água de superfície quanto nos aquíferos de águas subterrâneas. Para determinar como produzir poços limpos e produtivos, a Advisian teve que realizar uma análise geotécnica detalhada.

Determinação das condições do aquífero com visualização geofísica

A Advisian recorreu a aplicações da Seequent para caracterizar os recursos hídricos disponíveis. Com a poderosa e detalhada visualização e modelagem geofísica 3D da Seequent, a Advisian determinou que a geologia dos campos de refugiados era bastante diferente das condições pressupostas para a península. A análise revelou que os aquíferos contínuos encontrados em outros lugares em Bangladesh não existiam perto dos campos de refugiados, e os aquíferos presentes eram na verdade pequenos e relativamente discretos. Isto ajudou a Advisian a determinar que, para terem sucesso, eles precisavam cavar poços mais profundos.

Produção de poços de água mais efetivos

Como resultado da análise da Advisian, as Nações Unidas ajustaram sua estratégia. Para acomodar os aquíferos da área, eles cavaram um número menor de poços de água, mas cada um penetrou mais profundamente no solo. Estes novos poços forneceram uma fonte abundante de água limpa, permitindo à ONU fornecer ajuda humanitária vital para os refugiados. Além disso, como conseguiram produzir mais água a partir de menos poços, reduziram a necessidade de perfuração e o impacto ambiental da escavação dos poços.

O impacto

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável 6 e 13

Contribuição para a infraestrutura sustentável e resiliente e para o progresso nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU:

  • Expandir os reservatórios para quase 750.000 refugiados Rohingya e garantir o acesso à água potável.
  • Evitar que os poços de água sequem ou sejam contaminados durante os períodos de seca.

"Todos eles estão olhando para os mesmos conjuntos de dados, todos com perguntas e dúvidas, mas talvez tenham interesses diferentes. Com o View, todos têm o controle da escala e podem destacar as características particulares do modelo que lhes interessa".

Paul Bauman, Advisian